Academia CriptoPortugal

Bem-vindo à Academia CriptoPortugal: Tudo sobre criptomoedas e tecnologia blockchain

A academia CriptoPortuga tem como missão educar a população da língua portuguesa sobre o potencial das criptomoedas e da tecnologia blockchain. Com mais de 100 artigos , nosso site é uma fonte valiosa de conhecimento sobre segurança, computação e economia, dentre outros assuntos.

No entanto, sabemos que para muitos iniciantes, o mundo das criptomoedas pode parecer intimidante. Por isso, preparamos este guia para apresentar alguns conceitos-chave que precisa saber para dar o primeiro passo nessa jornada.

cryptocurrency-investment-course-4239220-3518857

Acesso rápido

O que é uma criptomoeda?

Uma criptomoeda é uma forma digital de dinheiro. Você pode usá-las para pagar seus amigos por sua parte no bar, comprar aquele novo par de meias  ou reservar voos  e hotéis  para as suas próximas férias. Como a criptomoeda é digital, ela pode ser enviada para amigos e familiares em qualquer lugar do mundo.

Da mesma forma que PayPal ou transferências bancárias, certo?
Na verdade não. É muito mais interessante!
As plataformas (gateways) de pagamento online tradicionais pertencem a organizações. Elas armazenam seu dinheiro e quando você quer usá-lo, você deve pedir que elas o transfiram.

Em criptomoedas, não existe uma organização. Você, seus amigos e milhares de outras pessoas podem atuar como seus próprios bancos executando um software livre. Seu computador se conecta a computadores de outras pessoas, ou seja, você se comunica diretamente – sem a necessidade de intermediários!

Para usar criptomoedas, você não precisa se inscrever em um site com um endereço de e-mail e senha. Você pode baixar uma grande variedade de aplicativos em seu smartphone e em poucos minutos, começar a enviar e receber criptomoedas.

Por que são chamadas de criptomoedas?

O nome criptomoeda é a combinação de criptografia e moeda. Com criptografia e matemática avançada, garantimos a segurança dos fundos, certificando-se de que ninguém mais possa gastá-los.

Não há necessidade de entender tudo isso – os aplicativos que você usa farão todo o trabalho pesado para você.

Porém, se você tem interesse nesse tipo de coisa, temos alguns artigos para você:

  • O que é Criptografia de Chave Pública?
  • História da Criptografia
  • Encriptação Simétrica vs. Assimétrica
  • O que é uma Assinatura Digital?

Então, esse dinheiro mágico da Internet não é propriedade de ninguém e usa criptografia para proteger o sistema. Mas já existem aplicativos para pagar as pessoas – por que eu deveria me importar?

Ninguém lhe pode impedir de usar as suas criptomoedas. Os serviços de pagamento centralizados, por outro lado, podem congelar contas ou impedir que transações sejam efetuadas.

Resistente à censura
Devido à forma como a rede foi projetada, é praticamente impossível que hackers ou outros invasores a desliguem.

Um método de pagamento rápido e barato
Quando faz uma transação com alguém do outro lado do mundo, o seu dinheiro pode chegar para essa pessoa em segundos – por um custo muito menor do que o de uma transferência bancária internacional.

E aquele tal de ₿ Bitcoin que o seu amigo ou parente vive falando? É a primeira criptomoeda criada e até o momento, a mais popular.

Quem inventou o Bitcoin?

Surpreendentemente, ninguém sabe ao certo quem inventou o Bitcoin. Conhecemos apenas o pseudónimo – Satoshi Nakamoto. Satoshi pode ser uma única pessoa, um grupo de programadores ou ainda, se acredita em teorias mais estranhas, um alienígena que viaja no tempo ou uma equipe secreta de algum governo.
Satoshi publicou um documento de 9 páginas em 2008, detalhando sobre o funcionamento do sistema Bitcoin. Meses depois, em 2009, foi lançado o software.

O Bitcoin serviu como base para muitas outras criptomoedas. Alguns eram baseadas no mesmo software, enquanto outras tinham uma abordagem bem diferente. Ok, mas qual é a diferença entre todas as criptomoedas?

A simples listagem de todas as diferentes criptomoedas levaria semanas. Algumas são mais rápidas, outras oferecem maior privacidade, algumas são mais seguras, outras são mais “programáveis”.

Existe um provérbio comum no ecossistema das criptomoedas: Do Your Own Research (DYOR), que significa, faça sua própria pesquisa. Não dizemos isso de forma rude, acredite. Significa apenas que você deve buscar por informações e não acreditar em uma única fonte da “verdade”.


Antes de investir seu dinheiro em um projeto específico, certifique-se de cumprir seu dever.

As criptomoedas não são todas iguais!

Se estiver interessado em aprender sobre diferentes moedas e tokens, separamos uma lista de guias:

  • O que é Bitcoin? (o rei das criptomoedas)
  • O que é Ethereum? (computação distribuída)
  • O que é BNB? (a moeda original da Binance)
  • Guia para Iniciantes sobre a Monero (XMR) (para os adeptos da privacidade)

Na próxima seção, falaremos sobre a tecnologia que a maioria das moedas digitais usa como base, conhecida como blockchain.

O que é blockchain?

Não se assuste ao escutar termos técnicos em conversas de pessoas descrevendo a “blockchain”. Uma blockchain é apenas um banco de dados. E não é algo particularmente sofisticado – você pode criar uma usando uma planilha, com pouco esforço.

Existem algumas peculiaridades em relação a esses bancos de dados. A primeira é que as blockchains são append-only, que em português seria algo como “somente-anexos”. Isso significa que você só pode adicionar informação – não é possível simplesmente clicar em uma célula e fazer a exclusão do que já foi adicionado, nem fazer qualquer alteração.
A segunda é que cada entrada/adição (chamada de bloco) no banco de dados é criptograficamente vinculada à última entrada. Simplificando, cada nova entrada deve conter uma espécie de “impressão digital” (hash) referenciando o bloco anterior.
E é isso! Como cada “impressão digital” aponta para a última, o resultado é uma cadeia de blocos. Ou – como as crianças descoladas gostam de chamar – uma blockchain.

Uma blockchain é imutável: se você alterar um bloco, ele altera a impressão digital. Como essa impressão digital também é incluída no próximo bloco, o bloco seguinte também será alterado. Mas como a impressão digital do bloco seguinte também é incluída no próximo… bem, você entendeu a ideia. Você acaba tendo um efeito dominó onde qualquer mudança se torna evidente. Não é possível alterar nenhuma informação da blockchain sem que todos percebam.

É só isso?

Esperava mais? Justo. A inovação aqui não é uma alternativa complicada para as planilhas do Google Sheets. O que é inovador, é que todos podem fazer o download de blocos de outros usuários na rede para criar cópias idênticas da blockchain em seus computadores. Isso é o que faz o software que mencionamos anteriormente.

Suponha que você e seus amigos Alice, Bob, Carol e Dan estejam executando o software. Você pode dizer “Quero enviar cinco moedas para Bob.” Então, você envia essa informação/instrução para todos os outros, mas as moedas não são enviadas para Bob imediatamente.

Ao mesmo tempo, Carol pode decidir enviar cinco moedas para Alice. Ela também envia suas instruções para a rede. A qualquer momento, um participante pode reunir todas as instruções pendentes e criar um bloco.

Se qualquer um pode criar um bloco, o que os impede de trapacear?

Pode lhe parecer uma boa ideia criar um bloco que diga “Bob me envia um milhão de moedas.” Ou então, comprar Lamborghinis e casacos de pele de Carol, fazendo transações com fundos que você não possui.

Bem, não é assim que funciona. Devido a criptografia, teoria dos jogos e algo conhecido como algoritmo de consenso, o sistema impede que você gaste fundos que você não possui.

Conhecimento gratuito sobre blockchain!
O que é um Algoritmo de Consenso?
O que é Proof of Work (PoW)?
Guia para Iniciantes Sobre Double-Spending
Teoria dos Jogos e Criptomoedas
O que é Byzantine Fault Tolerance?

Trading

Como você deve ter ouvido falar, a tecnologia blockchain e as criptomoedas já são usadas em muitas áreas diferentes. Sem dúvidas, um dos maiores casos de uso atual é a especulação.
Fazer trading geralmente implica em uma abordagem de curto prazo para gerar lucros. Os traders podem entrar e sair de posições o tempo todo. Mas como eles sabem o momento de entrar ou sair?

Uma das maneiras mais usadas para entender o mercado de criptomoedas é através de uma abordagem chamada Análise Técnica (TA). Os analistas técnicos examinam o histórico de preços, gráficos e outros tipos de dados de mercado para encontrar indícios e comportamentos que podem representar boas chances de se obter lucro.

Você deve estar morrendo de vontade de começar imediatamente. E, tecnicamente, você pode. É muito fácil começar! Porém, como a maioria das coisas que vale a pena, fazer trading é difícil! Precisaríamos de muito tempo para abordar tudo o que você precisa ter em mente.

Descubra os segredos da análise técnica!

Temos alguns artigos para você começar:

  • O que é Análise Técnica (TA)?
  • Guia para Iniciantes Sobre Gráficos de Velas
 

Felizmente, também criamos um guia completo para novos traders de criptomoedas! Ele contém praticamente tudo (e provavelmente mais) que você precisa saber sobre trading de criptomoedas:

 
  • Guia Completo Sobre Trading de Criptomoedas para Iniciantes
 

Quando terminar de ler esse artigo, depois de ficar acordado até as cinco da manhã, você pode seguir para os próximos tópicos:

  • Guia Básico de Gerenciamento de Riscos
  • Guia para Iniciantes sobre Estratégias de Trading de Criptomoedas
  • 5 Indicadores Essenciais Utilizados em Análise Técnica
  • 12 Padrões Populares de Velas Usados em Análise Técnica
  • 7 Erros Comuns em Análise Técnica (TA)